Microsoft & facebook vs Google

O motor de busca da Microsoft e o Facebook juntaram-se para tornar o Bing mais social, fazendo frente ao “Google +1″.

O Bing anunciou a sua nova funcionalidade, que integra o Facebook e mostra pesquisas mais relevantes,e irá ajudar a encontrar as pesquisas que os seus amigos mais gostam.

Com esta nova funcionalidade, o Bing tenta oferecer algo que o Google não tem, que é mais interacção com o Facebook, o site mais visitado no mundo, e que acredita contribuir para uma melhor utilização da Internet.

Esta nova funcionalidade irá mostrar o que os seus amigos gostam mais, dentro da pesquisa que efectuou, se tiver a sua conta integrada com a do Facebook. O que passa a acontecer é que, quando pesquisa alguma coisa, irão aparecer os resultados normais, mas se algum dos seus amigos gostar do link, irá aparecer essa referência, tal como acontece no Facebook, na publicidade do lado direito.

Esta nova funcionalidade irá funcionar bastante bem, quando procura serviços, como restaurantes ou hóteis, pois irá ser informado se algum amigo do Facebook gostar daquele link ou página de fãs.

Esta novidade visa fazer frente ao “+1″ da Google, que está a funcionar já há algum tempo, mas ainda não tem grande utilidade.

A surpresa é! O vídeo chat

Nesta semana durante uma visita a Seattle, o CEO do Facebook Mark Zuckerberg comunicou á imprensa que a companhia irá apresentar na próxima semana um produto espectacular criado pela equipa do Facebook em Seattle. O convite para a imprensa foi conhecido ontem e não dizia mais do que “Por favor junte-se a nós para um evento Facebook” no dia 6 de Julho.

clip_image001

Então, qual será o novo produto? No site do TechCrunch o autor MG Siegler especula que a aplicação poderá ter uma componente de desktop dadas todas as contratações de pessoas para esta área acontecendo em Seattle.

E ele está certo. Citando novamente o Techcrunch, na próxima semana, diz uma fonte com conhecimento da parceria, o Facebook vai lançar um produto novo o video-chat, fornecido pelo Skype, que funciona no navegador.

clip_image003

O produto foi construído sobre Skype e incluirá uma componente de desktop. Não está claro se isso significa que ele só irá funcionar se um usuário tem Skype já está instalado no computador, ou se vai precisar de software adicional, mesmo se o usuário já usa o Skype. Mas é claro que há uma profunda integração entre os produtos, e do ponto de vista do usuário, o produto irá funcionar via browser.

O Facebook e o Skype já trabalharam em conjunto, incluindo a integração de várias características do Facebook para o serviços do Skype.

Mas isto é algo completamente diferente. A parceria poderá aumentar substancialmente o uso do Skype. O Facebook tem mais de 750 milhões de usuários activos. Actualmente o Skype tem 170 milhões. E irá oferecer, ao Facebook, ferramentas importantíssimas de chamadas de vídeo e áudio.

Isso também leva o Facebook ainda para mais perto da Microsoft, que é sua accionista e recentemente adquiriu o Skype. A malta de Redmond deve ter razões para sorrir, algo que acontece muito raramente na Microsoft.