Microsoft & facebook vs Google

O motor de busca da Microsoft e o Facebook juntaram-se para tornar o Bing mais social, fazendo frente ao “Google +1″.

O Bing anunciou a sua nova funcionalidade, que integra o Facebook e mostra pesquisas mais relevantes,e irá ajudar a encontrar as pesquisas que os seus amigos mais gostam.

Com esta nova funcionalidade, o Bing tenta oferecer algo que o Google não tem, que é mais interacção com o Facebook, o site mais visitado no mundo, e que acredita contribuir para uma melhor utilização da Internet.

Esta nova funcionalidade irá mostrar o que os seus amigos gostam mais, dentro da pesquisa que efectuou, se tiver a sua conta integrada com a do Facebook. O que passa a acontecer é que, quando pesquisa alguma coisa, irão aparecer os resultados normais, mas se algum dos seus amigos gostar do link, irá aparecer essa referência, tal como acontece no Facebook, na publicidade do lado direito.

Esta nova funcionalidade irá funcionar bastante bem, quando procura serviços, como restaurantes ou hóteis, pois irá ser informado se algum amigo do Facebook gostar daquele link ou página de fãs.

Esta novidade visa fazer frente ao “+1″ da Google, que está a funcionar já há algum tempo, mas ainda não tem grande utilidade.

A surpresa é! O vídeo chat

Nesta semana durante uma visita a Seattle, o CEO do Facebook Mark Zuckerberg comunicou á imprensa que a companhia irá apresentar na próxima semana um produto espectacular criado pela equipa do Facebook em Seattle. O convite para a imprensa foi conhecido ontem e não dizia mais do que “Por favor junte-se a nós para um evento Facebook” no dia 6 de Julho.

clip_image001

Então, qual será o novo produto? No site do TechCrunch o autor MG Siegler especula que a aplicação poderá ter uma componente de desktop dadas todas as contratações de pessoas para esta área acontecendo em Seattle.

E ele está certo. Citando novamente o Techcrunch, na próxima semana, diz uma fonte com conhecimento da parceria, o Facebook vai lançar um produto novo o video-chat, fornecido pelo Skype, que funciona no navegador.

clip_image003

O produto foi construído sobre Skype e incluirá uma componente de desktop. Não está claro se isso significa que ele só irá funcionar se um usuário tem Skype já está instalado no computador, ou se vai precisar de software adicional, mesmo se o usuário já usa o Skype. Mas é claro que há uma profunda integração entre os produtos, e do ponto de vista do usuário, o produto irá funcionar via browser.

O Facebook e o Skype já trabalharam em conjunto, incluindo a integração de várias características do Facebook para o serviços do Skype.

Mas isto é algo completamente diferente. A parceria poderá aumentar substancialmente o uso do Skype. O Facebook tem mais de 750 milhões de usuários activos. Actualmente o Skype tem 170 milhões. E irá oferecer, ao Facebook, ferramentas importantíssimas de chamadas de vídeo e áudio.

Isso também leva o Facebook ainda para mais perto da Microsoft, que é sua accionista e recentemente adquiriu o Skype. A malta de Redmond deve ter razões para sorrir, algo que acontece muito raramente na Microsoft.

Sony, a próxima geração.

O mundo tecnológico evolui a um ritmo impressionante, para se ter sucesso é preciso ser-se melhor e mais rápido que os outros. Um atraso de um mês, no lançamento de um produto, para outra empresa pode ser a diferença entre um estrondoso sucesso e um falhanço total.

Para se antecipar a todos um designer da Sony criou esta obra-prima:

clip_image002

clip_image004

Por enquanto ainda é um conceito de design de Hiromi Kiriki, mas em 2020 é possível que este projetor holográfico que se adapta aos pulsos como uma simples pulseira – o computador Nextep – chegue aos mercados através da Sony.

O Nextep será um computador com ligação permanente à Net, com um ecrã touchscreen OLED, teclado incorporado que se dobra e estende conforme necessário e toda a panóplia de aplicações para redes sociais que se espera de um dispositivo desta natureza.

Google+, finalmente o Google acertou.

Todos sabemos que o Google é uma empresa de enorme sucesso, é o gigante da web com serviços de grande utilidade para além de ser o maior motor de busca. Produtos como o Google Adsense, Blogger, Google Docs e Gmail revolucionaram a internet e contribuíram para a sua massificação e democratização embora estes produtos contribuíssem para a sua valorização, o Google sempre teve o seu calcanhar de Aquiles, as redes sociais. Desde 2004 com a criação do orkut que o Google se aventurou no mundo das redes sociais (o Facebook foi criado um mês depois) mas este só obteve sucesso no Brasil e na Índia, facto que levou a empresa a deslocar a sede do orkut da Califórnia para o Brasil. Seguiram-se produtos como o Google Wave e Google Buzz mas sem sucesso algum.

image

Até que, pressentindo a ameaça do Facebook, a Google criou o Google+.

O Google+ é um género de evolução das redes sócias. Fundindo a simplicidade do Facebook com as melhores ferramentas das anteriores aplicações do Google tornando o Google+ um projecto capaz de concorrer com o poderoso Facebook.

clip_image002

O Google+ possui um design limpo e bastante simples, um pouco a la Facebook, com ferramentas interessantes como o Circle que permite colocar facilmente os seus amigos das noitadas de sábado num círculo, os seus pais noutro e o seu patrão noutro, assim você pode partilhar coisas com os seus amigos que convém os seus pais não saber, coisa muito difícil de se fazer no Facebook.

Aqui fica um vídeo com mais funcionalidades do Google+.

Pessoalmente penso que o Google+ é a próxima geração de redes sociais e tem possibilidade de superar o Facebook como a maior rede social do Mundo.

BillionBook

O Facebook estará prestes a lançar uma IPO, para quem não sabe uma IPO, Oferta publica inicial de acções (em inglês Initial Public Offering) , ocorre quando uma empresa resolve captar dinheiro nas bolsas de valores. Não é equivalente a pegar dinheiro emprestado, mas sim a dividir a propriedade da empresa com outras pessoas.

Segundo o Mashable a oferta do Facebook podera chegar aos 100 biliões de dólares. Esta poderá ser a maior IPO da historia quadruplicando a oferta do Google (23 biliões de dólares em 2004).

CNBC anuncia que a oferta poderá vir a público no primeiro trimestre de 2012 o que está em consonância com o prazo de Maio de 2012 em que o Facebook é obrigado a divulgar publicamente as suas informações financeiras.

Esta oferta não é surpresa pois o Facebook tem um “consumo” extraordinario com mais de 500 milhões de utilizadores em todo o mundo e também com os resultados da IPO do Linkedln adivinha-se um grande resultado.

Goldman Sachs irá ser o condutor da IPO pois investiu no inicio do ano cerca de 450 milhões de dólares.

Embora o facebook seja um tremendo sucesso o seu crescimento está a abrandar mas nada que assusto os investidores que não terão qualquer dúvidas em investir neste empresa.

Simplesmente Bill.

Conhece o Bill? Sim o Bill Gates. Esse grande homem que fundou a Microsoft. Pois bem se conheces vais passar a conhecer ainda melhor.

Bill Gates revelou em entrevista ao Daily Mail alguns dos seus segredos mais íntimos.

Continuar a ler

Facebooj

Estava eu a procura de alguns aplicações do Facebook para o blog quando fui parar a esta página. Então deparo-me com esta frase “Empresas em todo o mundo estão a utilizar o Facebooj para tornarem a web um local mais social.”

É impressionante andaram os pais a gastar dinheiro na sua educação os professores a gastar latim para isto. É vergonhoso alguém com tamanha responsabilidade(Sim trabalhar numa empresa como o Facebook exige muita responsabilidade) escrever mal o nome da empresa onde trabalha.

Nota: Entretanto o erro pode ser corrigido visto que a equipa do MeigaGaliota enviou um email à empresa em questão.

O Mundo está a mudar…

É mais do que certo que Mundo está a viver tempos de mudança, o que para os nossos pais era verdade já não o é para nós.

Um dos mais difíceis momentos para um casal é escolher o nome do bebé. «Será que ele vai gostar?» é uma pergunta que muitos pais não conseguem responder ou  têm muitas dificuldades mas tudo isto está prestes a terminar.

kicktopick

Nathan Parks criou uma aplicação para o iPhone o “Kick to Pick” que promete ajudar os pais na hora de escolher o nome para o bebé “dando o poder” de decisão aos filhos ainda na barriga da mãe. Depois de fazer o download e instalar a aplicação basta colocar o iPhone na barriga da mãe e deixar a lista de nomes armazenadas correr. Quando o telefone detectar um movimento suficientemente forte a lista deixará de correr e o nome do bebé será assim ‘escolhido’. Os utilizadores podem ainda restringir a procura de nomes por sexo ou criar uma lista de favoritos.

 

Segundo a criadora a ideia surgiu depois de uma conversa onde discutia o poder de decisão dos filhos em relação aos seus nomes.

«”A ideia surgiu de uma discussão acerca das escolhas das crianças e do facto de estas não terem qualquer influência sobre o nome que vão manter para o resto das suas vidas”, disse à revista “Time”.»

A aplicação pode ser encontrada na Apple Store america com um custo de 66 cêntimos. 

Apple – A nova religião

Já toda a gente reconhece que nestes últimos anos a Apple tem atingido um nível de sucesso enorme. Produtos inovadores como o IPod, IPhone ou o IPad tiveram um numero astronómico de vendas contribuindo para que a Apple se torna-se a empresa mais valiosa do mercado.

O que muita gente não conhece é que um estudo realizado por cientistas britânicos afirma que os produtos da Apple provocam uma reacção cerebral semelhante à experiência religiosa.

Fotografia © Christian Hartmann / Reuters

Continuar a ler